FANDOM


O futebol é o esporte mais popular da Pantécia. É gerido pela Federação Panteciana de Futebol (FEPANTEF).

Competições atuaisEditar

Competições extintasEditar

SeleçãoEditar

A FEPANTEF gerencia também a seleção panteciana de futebol. A estréia da mesma na CONFUSA foi no 1x3 diante de Outside a Place, em amistoso disputado em solo outsider. Saiba mais: Seleção Panteciana de Futebol Masculino e Seleção Panteciana de Futebol Feminino

HistóriaEditar

O futebol chegou à Pantécia mais ou menos na virada do século. Lentamente, difundiu-se entre as elites pantecianas; começou a ser praticado nos chiques clubes sociais. Por muito tempo permaneceu como distração de ricos: prova disso é que só foi inaugurado um campo com medidas oficiais em solo panteciano em 1907(Campo de Foot-Ball da Cruz, na capital).

O esporte cresceu ao longo dos anos: mais campos surgiram, mais clubes começaram a praticar e ocorriam, de vez em quando, alguns amistosos e até mesmo torneios festivos de pequena monta. Entretanto, tudo era absolutamente amador; apenas em 1919 foi criada uma agremiação que congregasse os clubes, a Associação Nacional de Foot-Ball (ANFB).

A ANFB tornou-se a entidade oficial do futebol panteciano, fazendo pequenos campeonatos e utilizando árbitros que ela própria formava. Em 1929, finalmente o futebol foi anexado à Federação Panteciana de Desportos (FPD), sendo criada uma seleção oficial. Em 1930, o futebol foi muito movimentado na Pantécia, com o primeiro jogo da seleção e o primeiro campeonato com ares de nacional da história, a Copa Duas Estrelas. Ao longo dos anos 30, finalmente o futebol engrenou de fato.

1941: Uma crise entre os cartolas dos maiores clubes acabou fazendo com que a Duas Estrelas não fosse disputada. Foi um ano difícil, com a ANFB sendo palco de brigas e a FPD sem fazer nada para reativar o futebol. A ANFB acabou extinta; a FPD propôs que o esporte fosse mantido por campeonatos locais, mais fáceis de organizar e menos sujeitos a confusão.

1943: Tivemos as primeiras edições de campeonatos regionais, embora com critérios geográficos totalmente diferentes dos de hoje e organização não-oficial feita pelas próprias equipes.

1948: Finalmente a FPD se mobiliza e cria a Taça da Renovação, uma confusão total, regulamento complexo, muitos times e tempo dividido com os regionais. Terminou apenas a fevereiro de 1950 (Americano campeão). Muita insatisfação dos clubes, que voltaram a se concentrar apenas nas competições locais e torneios amigáveis.

1954: Acordo entre grandes clubes e FPD gera realização de um novo "nacional" batizado com o nome do confuso presidente da República: Copa Gaspar Alves. Mais organizado, terminou no mesmo ano e a competição foi reeditada em 55.

1956: Competição prosseguiu, mas agora com o nome de Copa Mário Graça, em homenagem ao novo presidente.

1960: Houve uma única edição da Copa Raúl Pantís, homenageando o novo presidente; a gestão instável do mesmo, entretanto, afetou a FPD e em 1961 acabou não havendo campeonato; a crise sociopolítica no país se agravou e culminou num golpe militar. Fim dos campeonatos regionais.

1963: Por iniciativa do governo do general André Marcos, a FPD promoveu neste ano um grande campeonato a fim de "re-esquentar" o futebol panteciano: a Liga da Pantécia. Também neste ano a seleção panteciana participou pela primeira vez de uma Copa do Mundo FF: foi eliminada por Fialand na primeira fase, 3x2.

1966: Retornam os campeonatos locais, paralelos à Liga da Pantécia.

1979: Pantécia sedia Copa do Mundo FF e conquista o terceiro lugar, melhor posição de sua história. Inaugurado neste ano, para a Copa, o Estádio Modelo.

1985: O presidente Paulo Lacerte prepara a abertura política; em um período de muitas reformas, reviravoltas e crises, a FPD é extinta, deixando o ano sem um campeonato oficial sequer. No ano seguinte, criada a FEPANTEF, voltada apenas para o futebol. Também voltam os regionais.

1987: FEPANTEF retorna com a Liga da Pantécia.

2011: FEPANTEF entra em acordo com os clubes e realiza Campeonato Panteciano "piloto" a fim de em 2012 ter uma formatação com estaduais e três divisões nacionais.

CuriosidadesEditar

  • Bicampeão da Duas Estrelas, da Mário Graça e vencedor da Taça da Renovação, o Americano é o maior campeão panteciano antes da Liga da Pantécia.
  • O primeiro confronto entre Americano e Cinco de Setembro foi na final de um torneio amador chamado Taça Máxima da Capital em 1920. Na ocasião o Americano venceu por quatro a dois.
  • A primeira transmissão televisiva de um jogo de futebol na Pantécia aconteceu somente em 1956: foi o primeiro jogo da final da Copa Mário Graça entre Americano e Cinco de Setembro.
  • O Petrogás foi criado pela empresa homônima somente em 1985, aproveitando o momento de quebra no futebol panteciano. A princípio não foi levado muito a sério, mas em 1989 venceu todos os campeonatos que disputou, inserindo-se no rol dos grandes. Os primeiros jogos com Americano e Cinco de Setembro aconteceram no regional de 1986; foram dois empates.
  • O primeiro estádio com capacidade superior a cinco mil torcedores foi inaugurado apenas em 1937; era o Estádio Mendozano, que foi sendo ampliado ao longo dos anos, mas demolido em 1963 a fim de dar lugar ao Mendozão.
  • Também em 63 começou a ser erguida a Fuente, concluída dois anos depois. Inicialmente tinha capacidade indefinida, algo em torno de 80 mil torcedores; entretanto, com as preocupações sobre a segurança do futebol, a capacidade foi oficialmente limitada em 50 mil em 1996.
  • Antes da La Fuente e do Mendozão, a Pantécia já tinha um "estádio grande": Rigoberto Enero, em Insula, inaugurado em 1956 com capacidade para 20 mil pessoas (houve ampliações, contrabalançadas por limitações de segurança).
  • Antes da inauguração da Fuente, os clubes da capital jogavam basicamente em três praças: Clube Português (casa da Lusa, onde cabiam mais de dez mil pessoas; hoje oficialmente são 8.000), Sagrada Colina (hoje com capacidade para quatro mil) e Estádio Bonfinense (então para 15.000 torcedores, demolido para dar lugar à Fuente).

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória