FANDOM


Campeonatos que não são mais disputados na Pantécia (exceto Copa da Pantécia, Liga da Pantécia, Taça da Pantécia e os antigos regionais).

Copa Duas Estrelas (1930-1940)Editar

Primeiro campeonato de proporções nacionais no país; foi organizado pela extinta Associação Nacional de Foot-Ball (ANFB).

As duas edições iniciais contaram com quatro times de Bonfim, três de Mendoza, Atlético da Ilha, Athletic Club de Torre Azul e o Cultural de Novo Atlas; as dez equipes dividiram-se em dois grupos de cinco, onde passavam dois para as semifinais. Em ambas, o hoje extinto Español de Mendoza foi campeão, cada uma sobre um bonfinense, o que gerou muita gozação de espanhóis e mendozanos.

Em 1932, mais duas equipes foram incluídas, transformando a copa em dois hexagonais; o título acabou com o Athletic, também extinto, e o Español ficou com o vice. No ano seguinte, a mesma formatação. A final acabou sendo, para delírio da capital, entre dois bonfinenses: Americano e Portuguesa, com vitória do primeiro.

Em 1934 a copa ganhou mais um time e foi feita em dois grupos: um com sete e um com seis. A final foi um clássico do passado: Portuguesa (Bonfim) e Español de Mendoza. O clube mendozano levou a melhor e emplacou o tri. No ano seguinte, três combinados de cidades entraram, perfazendo 16 equipes e permitindo dois octogonais com quartas-de-final. A Portuguesa mais uma vez chegou à decisão, mas foi surpreendida pelo então emergente Sport de Mendoza.

Em 1936 pela única vez a final não teve clubes nem de Bonfim nem de Mendoza: o Athletic derrotou a surpreendente seleção de Capitão. No ano seguinte, novamente domínio mendozano, com o tetra do Español e o Clube Euro-Panteciano de Mendoza (também extinto) com o vice.

Finalmente em 1938 a capital se espalhou: a semifinal teve três bonfinenses e a final terminou sendo o grande clássico Cinco x Americano, que rendeu o bi aos rubro-azuis. Em 39, várias equipes foram substituídas; não a Portuguesa, que finalmente sagrou-se campeã após uma final suada contra o Athletic.

No ano derradeiro, a competição foi enxugada, passando a ter de novo 12 times; a final entre Portuguesa e Sport de Mendoza prometia ser equilibrada, ambos vinham bem e tentavam o bi; mas a lusa venceu fácil os dois jogos.

Ano Nº Participantes Campeão Vice
1930 10 Club Español de Mendoza Americano
1931 10 Club Español de Mendoza Cinco de Setembro
1932 12 Athletic Club Torre Azul Club Español de Mendoza
1933 12 Americano Portuguesa
1934 13 Club Español de Mendoza Portuguesa
1935 16 Sport de Mendoza Portuguesa
1936 16 Athletic Club Torre Azul Seleção de Capitão
1937 16 Club Español de Mendoza C. Euro-Panteciano de Mendoza
1938 16 Americano Cinco de Setembro
1939 16 Portuguesa Athletic Club Torre Azul
1940 12 Portuguesa

Sport de Mendoza

Taça da Renovação (1948)Editar

Primeira competição nacional organizada pela Federação Panteciana de Desportos (FPD). Representava a congregação de times de diversas partes do país num campeonato nacional depois da sucessão de desentendimentos e brigas que culminou no fim da ANFB.

Foi uma confusão total. A FPD, com uma mentalidade "agregadora", permitiu a inscrição de equipes amadoras, seleções de cidades... Viu-se com o problema de elaborar um regulamento para uma competição com 49 participantes. Acabou selecionando as 19 que considerou "mais amadoras" e as colocou para fazer pontos corridos; as dez melhores se juntariam às demais na segunda fase. Mas... e as demais? Para não deixá-las paradas, a FPD as dividiu em seis pentagonais, onde passava um de cada para um hexagonal final. O campeão deste "campeonato paralelo" enfrentaria o "campeão das amadoras" num jogo que valeria o Troféu Robério Marcony, o que equivalia a um primeiro turno. O Cinco de Setembro acabou sendo campeão dos "profissionais" e destroçou o adversário (Cia. Elétrica de Insula) por 6 x 2.

Concluído o "primeiro turno", as 40 equipes dividiam-se em grupos de dez, onde quatro de cada avançariam para um mata-mata que renderia ao campeão o Troféu da República Federal e garantiria aos quatro melhores participação na Fase Final decisiva, juntamente com o campeão do Robério Marcony e do de um terceiro turno por vir. Esses quatro foram Americano, Club Español de Mendoza, Atlético da Ilha e Portuguesa, sendo Americano o campeão.

O "terceiro turno", oficialmente Troféu das Duas Faixas, foi disputado pelas 24 melhores equipes do turno anterior em seis quadrangulares, que evoluíam para quartas-de-final e assim por diante. O melhor foi o Americano; como já estava garantido na fase final, a vaga ficou com o vice, no caso o Sport de Mendoza.

Por fim, a Fase Final. Muito simples: os seis clubes faziam dois triangulares e o líder de cada passava à finalíssima. Num grupo, Americano, Español e Sport; no outro, Cinco, Portuguesa e Atlético. No primeiro, o Sport perdeu força e ficou pra trás, deixando a briga com os outros dois - acabou passando o Americano. Na segunda chave, deu Atlético. A final teve um vencedor para cada jogo; na partida-desempate, jogada em Mendoza a fevereiro de 1950, o Americano deu 4 x 2 e foi campeão.

Copas dos Presidentes (1954-1960)Editar

Denominam-se "Copas dos Presidentes" os campeonatos organizados pela FPD entre 54 e 60, isso porque foram três competições que só se diferenciaram, na realidade, por terem nomes diferentes, homenageando, cada uma, o presidente de sua época.

Esse ciclo começou com a Gaspar Alves 54, que inseriu times de diferentes cidades pantecianas, sendo no máximo 3 clubes por cidade. De Bonfim vieram Americano, Cinco de Setembro e Portuguesa; de Mendoza, Sport, Español e o então recente Santa Cruz. Também figuraram pela primeira vez no cenário nacional o Colégio Estadual de Novo Atlas e o Internacional de Insula. No total, 20 equipes em quatro pentagonais, onde passavam dois de cada para o mata-mata. A final acabou sendo entre dois mendozanos, Sport e Santa. O popular e emergente Santa Cruz surpreendeu a nação ao chegar na final; o confronto com o Sport ajudou a criar a rivalidade existente até hoje. Foram jogos quentes e cheios de tensão, uma vitória para cada. No jogo desempate, entretanto, o Sport sagrou-se campeão. Com mais dois clubes aconteceu a edição do ano seguinte, onde os dois novos mais os dez piores de 54 faziam dois grupos de seis e os demais, dois grupos de cinco. No mais, regulamento igual. Internacional e Porto Fundo surpreenderam ao chegar às semifinais, mas acabaram eliminados por Cinco de Setembro e Americano, respectivamente. A final foi de novo um clássico; desta vez, deu Cincão.

1956 veio com a mudança de presidente e também mudou o nome da copa, que foi enxugada para 16 times; dentre os que saíram estava o Español, cambaleante financeiramente, que retornaria em 58 para fazer duas péssimas campanhas e se licenciar do futebol. A final acabou sendo mais uma vez o grande clássico bonfinense, mas agora o vencedor foi o Americano. No ano seguinte, os mesmos participantes; o Internacional, jogando com calma e rigidez tática surpreendentes, chegou à decisão e sustentou dois empates com o embalado Americano, mas no jogo-desempate a equipe da capital levou o caneco.

1958: Novamente foram adicionadas equipes à disputa, deixando o certame de novo com 20 participantes. A Portuguesa finalmente foi premiada por sua regularidade e chegou à final, mas o Cinco de Setembro vinha com sangue no olho e derrubou a Lusa nas duas partidas. No ano seguinte, a mesma formatação; o Atlético da Ilha, time que já tinha seus adeptos e fazia jogo duro com qualquer adversário, pela primeira vez na história chegou à decisão de um nacional; não só chegou como levou. O vice foi o Sport de Mendoza. No último ano do ciclo, com a competição denominada Raúl Pantís, a Portuguesa foi campeã, tendo o Americano como vice.

Denominação/ano Nº Participantes Campeão Vice
Copa Gaspar Alves 1954 20 Sport de Mendoza Santa Cruz
Copa Gaspar Alves 1955 22 Cinco de Setembro Americano
Copa Mário Graça 1956 16 Americano Cinco de Setembro
Copa Mário Graça 1957 16 Americano Internacional
Copa Mário Graça 1958 20 Cinco de Setembro Portuguesa
Copa Mário Graça 1959 20 Atlético da Ilha Sport de Mendoza
Copa Raúl Pantís 1960 18 Portuguesa Americano

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória