FANDOM


BRITANIA
align="center" width="140px"
Bandeira Britânia.gif
align="center" width="130px"
Mapa Geral.png

Britania

(Bandeira) (Mapa)
Gentílico Bretão
Capital Cassiterite
Maior Cidade Cassiterite
Língua oficial Inglês
Governo:


- Presidente


- Vice Presidente

República Presidencialista


Winston Olitker


Marcuse Yooser

Independência


- Declarada

do Reino Unido


22 de janeiro de 1986

Moeda Libra Bretã (equivale a US$: 0,55)
Código Internet .BT
Área Total


- População (2009)

- Densidade Demográfica

94.560 km²


8.468.290 hab.

89,55 hab./km²

Código telefônico 390
Clima Temperado
Vegetação Caducifólias
Redutos de Biodiversidade Centro de Dropon
Religião 1 – Cristã; 2 – Sem religião; 3 – Islãmica

A República de Britania é um Estado soberano localizado na Europa. É uma república constitucional, governada como uma democracia parlamentar, tendo um presidente como Chefe de Estado. Sua capital é Cassiterite, com população estimada em cerca de três milhões de habitantes. O Estado moderno bretão foi criado em 1941, em decorrência da assinatura do Tratado Anglo-Bretão, que pôs fim a Guerra de Independência de Britania. No século XIX, Britania fazia parte do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda, sendo subordinada à coroa inglesa.

História Editar


A história de Britania se entrelaça com a do país vizinho, Inglaterra, até porque a parte conhecida da ilha onde hoje está compreendida a Grã-Bretanha era nomeada como Britania (na verdade, somente a Inglaterra e Gales). Após a expulsão da administração romana, em 409, poucos habitantes de deslocaram tanto para a ilha onde estão localizadas as Irlandas, quanto para uma ilha até então desabitada a oeste. Durante séculos, o local recebeu pessoas descontentes com a administração dos vizinhos, assim como presidiários (desterrados) e exilados.

Em 1066, com a conquista da Inglaterra pelo Duque da Normandia, e a instalação do feudalismo no local, o trânsito para Britania cresceu, porém nada alarmante. A ilha continuava um local desértico, com poucos habitantes e interesse raso por parte dos grandes senhores feudais. A condição se estendeu até meados do século XIII, iniciando uma pequena, porém gradativa mudança, com a vinda dos Gastebury, capitaneados pelo Duque de Gastebury, Ernest o Magnífico. Com a instalação de sua família na área oeste, o intercâmbio com os vizinhos começou a ganhar corpo. Este, sendo tanto pessoas como materiais, vindos da região hoje conhecida como Grã-Bretanha em sua totalidade. O ritmo continuou, sendo intensificado quando da eclosão da Guerra das Duas Rosas na Inglaterra, servindo como refúgio para os derrotados, e principalmente durante a Guerra dos Cem Anos, onde Britania serviu de zona estratégica para os anseios da coroa inglesa.

Localizaçãobritania.png

Ainda com caráter de refúgio/desterro, Britania recebeu diversas pessoas durante a Guerra Civil inglesa, principalmente aqueles contrários à Oliver Cromwell e à república. Durante o século XVII, segundo historiadores, a ideia de pertencimento já começa a aparecer, principalmente em documentos correspondenciais. Esta é vital para entendermos a mudança que o local sofre, passando de um simples local de reclusão ou afastamento para aquele que os habitantes poderia se sentir parte dele, caracterizando uma maior identificação. Apesar disso, vimos, em 1707, o Tratado a União ser assinado, criando o Reino Unido da Grã-Bretanha e da Irlanda, amalgamando Britania.

Esse momento de ruptura é intensificado com mais uma onda de imigração, desta vez a maior delas, vindas – novamente – da Inglaterra. Buscavam um novo lar, com novas oportunidades e longe de toda a industrialização que víamos acontecer no país, em meados do século XVIII. Britania ainda era essencialmente rural, o que atraía muitos daqueles que não encontravam lugar nas cidades inglesas. O aumento populacional continuou gradativo até o final do século XIX, quando ouve pequena estagnação.

Mesmo após a criação do Reino Unido, o sentimento de pertencimento se intensifica de maneira explosiva. Segundo Oliver Junkes, historiador, em pesquisa feita a documentos oficiais das ilhas de Britania, a questão de uma possível emancipação da coroa já era discutida avidamente. Em outras palavras, aqueles que lá estavam conseguiam se enxergar como pertencentes ao lugar, se reconhecendo como cidadãos bretões (o gentílico é outra parte da história que será aprofundada futuramente. Primeiro, sabemos que os bretões são originários da Bretanha, região localizada hoje na França. O porquê dele ser utilizado em Britania – ao invés de britânicos – se dá ao fato de não se sentirem parte da Grã-Bretanha, mas essa seria uma maneira rasa de explicá-lo).

Divisão administrativabritania.png

Após a Primeira Guerra Mundial, onde, novamente, o ponto de Britania foi utilizado estrategicamente pela Grã-Bretanha, e principalmente após a independência da Irlanda, somados ao aumento populacional, a vontade de representação política real e o não-pertencimento à coroa britânica foram as causas para um processo longo de independência da ilha. Sem sucesso no pós-guerra, agravado pelo crash da bolsa de Nova York, e a Segunda Guerra – novamente, ponto estratégico – o sentimento estancou. Foi aceso somente nos anos iniciais da década de oitenta, motivados pela política externa inglesa. Por conta o desinteresse da Inglaterra, em um processo rápido e sem maiores complicações, ficou acordado, em 1986, a independência de Britânia. A partir de então, o país tenta caminhar com as próprias pernas, porém ainda esbarra em algumas dificuldades, como o número elevado da população somado a uma industrialização tardia e desigualdade social bem denotada, ainda que os números, gradativamente, caem nos últimos tempos. Por ser uma nação jovem, enfrenta seus dissabores. Entretanto, pode ser considerado um país em desenvolvimento, com forte presença na indústria mundial, entrando no jogo com os maiores exportadores de produtos do mundo.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória